PROGRAMAÇÃO (Provisória): 500 participantes

8ª Reunião de Estudos Ambientais

PROGRAMAÇÃO (Provisória): 600 participantes

4º Simpósio sobre Sistemas Sustentáveis

Dr.ª Susanne Charlesworth

É professora em Geografia Física Urbana e Ambiental na Universidade de Coventry no Centro de Agroecologia, Água e Resiliência. Ela é autora de mais de 50 artigos de periódicos revisados ​​por pares sobre poluição urbana e SUDS, muitos capítulos de livros e co-editou livros sobre sedimentologia aquática e recursos hídricos. Ela colabora com grupos a nível internacional e deu trabalhos em conferências internacionais em todo o mundo. A drenagem sustentável (SUDS) atualmente é o seu maior interesse em pesquisas e desenvolvimento de técnicas práticas, sempre associando os conceitos de sedimentologia urbana e geoquímica associada a rios, córregos, solo e poeiras de rua. Esses materiais podem ser altamente poluídos e em países desenvolvidos 85% das pessoas vivem em áreas urbanas, em todo o mundo> 50% vivem em cidades. Com as mudanças climáticas e os problemas associados aos gases de efeito estufa, é necessário que haja um meio de abordar essas questões com múltiplas vantagens, abordagem flexível e a SUDS pode oferecer essa estratégia de gerenciamento. No entanto, a sua aceitação na Inglaterra e no País de Gales é menor do que seria esperado, então, através sua pesquisa, estão sendo fornecidas informações necessárias para incentivar a sua aceitação por profissionais e partes interessadas, o que já lhe gerou vários prêmios nacionais e internacionais.

Dr. Gerson Salviano de Almeida Filho

Possui graduação em Tecnologia Civil pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1988), mestrado e doutorado em Engenharia Civil pela Universidade Estadual de Campinas (2004). Atualmente é pesquisador do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT). Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em riscos geológicos, atuando principalmente nos seguintes temas: erosão, risco, mapeamento, escorregamento e assoreamento. Já foi Presidente e Diretor da Associação Brasileira de Geologia (ABGE), já organizou inúmeros congressos sobre assoreamento de reservatórios, processos erosivos e deslizamentos de encostas. Possui livros e artigos sobre essa temática e realizou diferentes estudos e levantamentos sobre os mais famosos desastres de deslizamento de massas em cidades brasileiras de São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina.

Dr. João Candido Fernandes

Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Fundação Educacional de Bauru (1976), mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade de São Paulo (1981) e doutorado em Agronomia (Energia na Agricultura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1991). É Livre-docente e Professor Titular pela UNESP - Bauru. Foi coordenador do Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho e vice-coordenador do Programa de Pós-graduação em Engenharia Mecânica da Unesp - Bauru. Foi consultor - orientador de projetos - do SEBRAE (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) de São Paulo. Foi bolsista do CNPq (2013/2015). Atualmente é parecerista para o SIELO, FAPESP, CNPq e USP, das revistas Árvore, Gepros, Mix Sustentável, Unopar e CESET, e dos congressos Simpep, Conem, Cobem, Enegep, Dincon, Ensus e Ergodesign. Atualmente é professor voluntário da Unesp - Bauru. É professor da UNIVESP e Coordenador do Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho da FAESB, em Tatuí. Tem experiência na área de Engenharia Mecânica, com ênfase em Acústica e Ruídos, atuando principalmente nos seguintes temas: segurança, ruído, acústica, perda de audição e conforto acústico.

Dr. Eduardo Gobbi 

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro(1987), especialização em Engenharia Econômica e Administração Industrial pela Universidade Federal do Rio de Janeiro(1989), mestrado em Engenharia Oceânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro(1991) e doutorado em Engenharia Oceânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro(1995). Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Federal do Paraná. Tem experiência na área de Engenharia Sanitária, com ênfase em Recursos Hídricos, atuando principalmente nos seguintes temas:Gerenciamento Costeiro, Processos Litorâneos, Dinâmica Costeira, Gerenciamento de Recursos Hídricos.